jump to navigation

Tokamak4 – Dia 6 (último) February 28, 2010

Posted by Sandro Andrade in uncategorized.
add a comment

Bom, último dia de Tokamak ! Foram dias bacanas para poder mais uma vez ver como um sprint traz resultados incríveis, tanto tecnicamente falando quanto pessoalmente, em termos de amizades, afinidades e uma receptividade que te faz realmente sentir parte de um grande grupo.

Passamos o dia fazendo alguns polishments nas coisas que trabalhamos. O pessoal do Plasma Mobile terminando o protótipo, Ivan fez um tema em asciiart 🙂 para o Plasma, o pessoal do IndT-Manaus terminando alguns novos efeitos e eu certificando que as coisas novas do Plasmate estivessem realmente ok.

No início da tarde fizemos algumas filmagens apresentando os resultados do Tokamak4 (estarão em algum lugar vou ver onde !): falei rapidamente sobre as novidades do Plasmate, Ottens e Friedrich sobre o KDE Platform Profiles e a re-restruturação do Solid, Ivan sobre os novos temas do Plasma, Davide sobre o reconhecimento de gestos no browser-plasmoid web rodando no Windows e Artur, Marco e Alexis sobre o Plasma Mobile.

Mais ou menos as 18h fizemos o encerramento do Tokamak4 agradecendo a Will pela organização do evento no escritório do OpenSUSE, a Aaron por coordenar as atividades e a todos pelo empenho e dedicação em fazer do KDE e do Plasma ainda melhores 🙂

Saimos então para comemorar num Karaoke 🙂 hehe. Da próxima vez viajarei com meu CDzinho de repertório brasileiro de Karaoke, visto que sou meio xenófobo musicalmente. Foram algumas boas cervejinhas e interpretações memoráveis de Aaron, Eugene (it-s), Ivan, Adenilson, Igor, Chani e Sebas. Me aventurei com a interpretação de Help (The Beatles) e o clássico La Bamba, hehe.

Após o Karaoke, fomos para um Pub chamado Downtown. Música bacana, cervejinha muito boa e terminamos a noite por lá mesmo. Nos despedimos de algumas pessoas que partiriam durante a manhã e fui dormir. Amanhã eu teria o dia para finalmente andar um pouco e conhecer Nuremberg.

Ah, para terminar, a foto do grupo:

Advertisements

Plasma Everywhere February 25, 2010

Posted by Sandro Andrade in planetkde-sandroandrade.
18 comments

Tokamak4 – Dia 5 February 25, 2010

Posted by Sandro Andrade in uncategorized.
3 comments

Ok, ontem foi um dia bem produtivo e intenso para todos. A equipe do Plasma Mobile está com um protótipo praticamente funcional da nova versão do Plasma para dispositivos móveis, Sebas implementando features bem bacanas para a nova versão do KNetworkManager, Friedrich trabalhando no backend UPnP para o solid, os caras do IndT-Manaus melhorando o Plasma Netbook, dentre outras coisas.

Como foi basicamente um dia sem reuniões consegui ter alguns avanços bacanas no Plasmate: já temos além das notas de projeto, integração total com o KNewStuff3. É possível importar diretamente do GHNS projetos de plasmoids implementados em JavaScript, Python ou Ruby, editá-los no Plasmate e depois, com poucos cliques, publicá-lo novamente para uso no opendesktop.org. Algum tricky code foi necessário para suportar plasmoids mais antigos que ainda utilizam a tag ServiceTypes ao invés de X-KDE-ServiceTypes. Apesar de estarmos geralmente acostumados em usar o GetHotNewStuff foi bacana perceber que o “PutHotNewStuff” (hehe, sem brincadeirinhas, ok ?) funciona perfeitamente e maravilhosamente bem. Utilizar a classe KNS3::UploadDialog foi uma questão de poucos minutos codificando.

Alguns screenshots:

Importando do GHNS

Editando o projeto

Publicando de volta no OpenDesktop

No início da noite fomos a um Irish Pub para jantar. Tomei uma cerveja escura com um gosto esquisito 🙂 e, hmmm, Fish & Chips.

Tênis de mesa alemão ? Alguém sabe as regras ? 🙂

Voltamos para o escritório e hackeamos até quase 3 da madruga.

See you,

Tokamak4 – Dia 4 February 24, 2010

Posted by Sandro Andrade in uncategorized.
add a comment

Mais um dia do Tokamak4. Passei o dia hackeando o Plasmate e depois de volta à remodularização e uso de profiles na KDELibs. O Plasmate apesar de um projeto recente e ainda com algumas funcionalidades faltando parece ser um projeto promissor para os desenvolvedores de plasmoids em scripts. Adicionei uma nova DockWidget para a inclusão de notas e TODOs sobre o projeto e comecei a implementação da importação de plasmoids diretamente do GetHotNewStuff. A idéia é simplesmente escolher, via GHNS, qual plasmoid deseja-se trabalhar, o Plasmate automaticamente faz o download, abre o projeto e, após as mudanças, é possível republicar o plasmoid na rede com alguns poucos cliques. O KNewStuff3 disponibiliza uma API muito mais clean e fácil de usar com as configurações de localização do provider, locais de instalação e script de pré/pós-instalação. A engine do KNewStuff já realiza essas operações, livrando o desenvolvedor da implementação de tais features.

Voltando ao papo sobre KDELibs, terminamos ontem a análise. A idéia é ter profiles diferentes para compilar a KDELibs: DESKTOP (sem redução de dependências, eliminação de módulos ou perda de funcionalidades), TABLET (alguma redução de dependências e módulos e uma perda mínima de funcionalidades) e MOBILE (com redução agressiva de dependências e módulos e mantendo somente aquelas funcionalidades importantes e indispensáveis no mundo mobile. Possivelmente teremos uma variável KDE_PLATFORM_PROFILE definida no CMake para indicar qual profile será utilizado na compilação. A idéia é reduzir o tamanho atual da KDELibs em desktops para um pouco mais que a metade em um ambiente mobile. A discussão continua na lista kde-maemo.

No início da noite tivemos uma jantar patrocinado pela OpenSUSE em um restaurante que trabalha somente com comidas orgânicas. Após algumas cervejinhas, fiquei jogando Hex-a-hop no N900, Nuno falando alguma coisa sobre vulções e produção de energia. Voltamos para o escritório e ficamos hackeando até umas duas da manhã.

Burning Brains

Plasma Everywhere: HP TouchSmart – 23 polegadas

Nuremberg da janela do hostel

Tokamak4 – Dia 3 February 22, 2010

Posted by Sandro Andrade in uncategorized.
add a comment

Ok, too late ontem a noite pra enfrentar um banho. Acordei as 8 da manhã. O banheiro estranho do hostel é ótimo para você acordar: jatos fortes de água na cara que duram apenas alguns segundos e então você precisa de novo apertar o botão para ter mais água. Nada difícil, você pode ter um banho normal de 5min com apenas uns 102.234 apertos :). Chegamos no escritório por volta das 9h. Passei o dia basicamente hackaeando o Plasmate e “stripping out” KDE Libs, então vamos a alguns detalhes sobre essas duas coisas.

O objetivo final do Plasmate é ser uma ferramenta de fácil uso para a construção de plasmoides desenvolvidos em linguagens interpretadas. Essa é uma tendência forte visto que plasmoides em C++ quebram todo o Plasma caso alguma coisa de errado aconteça com eles (e isso não pode ser modificado em função de problemas de acesso concorrente se realizado por processos diferentes). Então é saída para isso (e ainda tendo maior produtividade e mais pessoas plasma-addicted) é incentivar o desenvolvimento de plasmoides and JavaScript-Ruby-Python-whatever visto que podemos separar um sandbox para a sua execução e proteger o Plasma dos programadores malucos.

A UI do Plasmate foi projetada de modo a definir um workflow intuitivo para o desenvolvedor, sem a necessidades de botões de salvar, etc. Você basicamente abre o projeto e segue um mantra do tipo:( (develop preview gitcommit)+publish)+ (tá, nerdisse usar RE’s aqui, mas tudo bem :)). O Plasmate já cria pacotes para uso com o plasmoidviewer, direto para instalação e espera-se ainda realizar a publicação para uso via GHNS com basicamente um clique de mouse. É surpreendente ver como a KDELibs realmente ajuda você a escrever aplicações complexas com uma quantidade desproporcionalmente pequena de código: foi desenvolvido um novo Qt Model para fazer o mapeamento das informações do pacote do plasmoide (obtidas via Plasma::PackageStructure) em uma QTreeView que exibe o conteúdo do projeto do plasmoide. Com esta view, você pode editar os diversos artefatos que compõem o widget – código JavaScript, arquivo .desktop, imagens, arquivos de tradução e UIs do Designer. Mas … temos uma solução realmente elegante para o problema de saber qual editor usar para cada tipo de artefato. Basicamente cada artefato é armazenado junto com seu mimetype obtido a partir do Plasma::PackageStructure e este é utilizado para fazer uma consulta ao KMimeTypeTrader procurando por plugins que podem tratar tal tipo de artefato. Isso é fundamental para ter funcionalidades integradas no KDE, ao mesmo tempo em que mantemos os principais módulos totalmente desacoplados, sem dependências em tempo de compilação. Comecei a implementação de uma DockWidget no Plasmate para manter notas de projetos e uma lista de TO-DOs e ainda alguma coisa sobre uma possível Plasma Widgets Palette.

Comemos um sanduiche rápido para adiantar os trabalhos. No meio da tarde voltamos aos trabalhos com a KDELibs. Basicamente pegamos algumas das libs e tentamos verificar qual o impacto de retirar certas dependências devido a features possivelmente indesejadas ou inadequadas no mundo mobile. Por exemplo, kunitconvertion depende de libsolid e kio (e indiretamente kdeui) para obter, via web, as taxas atuais de conversão entre moedas. Conseguimos retirar essas dependências e confiar numa solução essencialmente Qt para obter tais informações. A meta é reduzir bastante o número de dependências e chegar numa KDELibs Mobile essencialmente mínima para executar nos dispositivos.

No início da noite tivemos um encontro do participantes do T4 com a comunidade local e outros caras do OpenSUSE. O Aaron falou basicamente sobre a história, situação atual e futuro do Plasma-*, seguido de uma apresentação do Plasma Netbook por Marco e depois uma outra sobre o Silk, por Sebas. Tivemos em seguida uma sessão showing-off-nice-KDE4.4-stuff em monitores LCD multi-touch absurdamente grandes e cervejinha para todos. Saimos para jantar no mesmo Swidesh pub do primeiro dia eu, Sebas, Marco e mais três caras que estavam no evento. Pude conversar bastante com o Sebas sobre o Akademy-BR (sim, temos green light total), sobre uma maior integração do KDE com paises fora da Europa e outras nerdisses.

Nuno tomou posse do meu laptop por 30 segundos, mudou o tema, trocou as fontes do KDE e ele, como por mágica, ficou com um visual mais leve, aproveitando melhor o espaço existente. No final da noite, pude conversar um pouco com o Ottens sobre o trabalho dele com o KDE dentro da universidade que ele trabalha de modo a colher algumas boas experiências e preparar melhor a disciplina que teremos este semestre (na verdade começando na próxima segunda-feira) na Universidade Federal da Bahia. Temos 12 alunos matriculados, iééé !

A situação agora é essa: voltamos para o escritório para hackear um pouquinho mais.

Tokamak4 – Dia 2 February 21, 2010

Posted by Sandro Andrade in uncategorized.
add a comment

Vamos lá, ontem deixamos o escritório da SUSE por volta das 11:30 da noite. Pegamos um taxi, fomos para o hotel e ainda tivemos energia para tomar uma cervejinha antes de dormir e conversar sobre besteiras eróticas do KDE (clitórius, GetHot(now this makes sense)NewStuff e coisas do tipo :)). Eu sempre demoro um pouco pra dormir, devo ter ido pra cama quase duas da manhã. Acordei as 8h, tomei um banho rápido e fui para o café da manhã. Estavam lá Aaron, Frank, Eugene (it-s) e mais umas duas pessoas. Chegamos no escritório, comemos algumas besteiras, e depois de atividades randômicas saimos para a foto do grupo, nos fundos do prédio do OpenSUSE, com a participação suspresa de floquinhos de neve caindo justo quando a foto foi tirada.

Saimos para o almoço, era domingo, muitos restaurantes fechados. Fomos inicialmente a uma pizzaria, mas depois acabamos num restaurante típico alemão com seus clientes velhinhos rosados, com bochechas gordinhas e cabelos brancos :). Pedir comida na Alemanha é sempre complicado, ou você escolhe aleatoriamente um prato ou precisa de um tradutor. Como eu não como carne vermelha precisei da ajuda do Will para pedir uma tilápia com batatas e salada. Excelente !

Ontem no final do dia combinamos (só nós do Plasma, fora o pessoal do KWin e Oxygen) de nos dividir em dois grupos com foco no plasma rodando em dispositivos móves: um faria uma prova de conceito e um protótipo do plasma rodando nos Jax10 (irmãos maiores do N900) e o outro grupo estudaria uma forma de reduzir o footprint da KDELibs para melhor uso em tais dispositivos. Decidi ficar com o pessoal do KDELibs, seria um boa chance para conhecer melhor as bibliotecas e ver o papel de cada uma.

Começamos então após o almoço: estavamos eu, Kevin Ottens (the-KDE-API-and-everything-else-master), Will (OpenSUSE), Friedrich (autor do Okteta), Frederik (opendesktop), Dario Freddi (um italiano mais novo que qualquer um de nós que conhece impressionantemente toda a lib do KDE e que está implementando o PolicyKit+KAuth) e Sebastian. Começamos selecionando as bibliotecas do KDELibs, KDESupport e KDEBase que poderiam potencialmente ser removidas numa versão KDE Mobile. Foi bacana poder ter uma visão do que faz cada uma delas ou até mesmo perceber que determinadas dependências não eram realmente necessárias (por algum vacilo no CMakeLists.txt).

Saimos então para levar nossas bagagens para nossa nova hospedagem (ficamos em um lugar diferente a partir de hoje). É um hostel afiliado ao HI instalado dentro de um castelo antigo, com quartos para 4 pessoas e banheiros compartilhados 🙂 Estamos eu, Nuno, Igor (do InDT de Manaus) e Friedrich num mesmo quarto. A Internet aqui no hostel é paga, absurdamente cara (5 euros por 24h contínuas) e absurdamente lenta. Mas você pode usar o Skype o quanto quiser, aparentemente eles deixaram a porta aberta.

Hostel:

Saimos para comer eu, Nuno e Friedrich. O tempo melhorou um pouco, não neva, mas ainda está muito frio para nós bahianos. Acabamos parando num restaurante mexicano para uma quesadilla, algumas cervejas e muuuito papo sobre o KDE: aspectos de usabilidade (ou como diz Nuno – simplesmente “tornando aplicações mais bonitas” porque usabilidade é uma espécie de buzzword que acaba qualquer conversa), KDevelop, Akademy-BR, etc.

Voltamos para o escritório e o papo no grupo em que estou já havia mudado completamente. Estavam agora conversando sobre as profundezas do PolicyKit + Solid + Plasmoids (Battery e NetworkManager). É realmente impressionante ver o que é discutido, como será o KDE daqui a um ano e como temos pessoas excepcionalmente competentes e capacitadas na nossa comunidade. Muitos planos legais para o Solid para, por exemplo, suportar múltiplos backends para informações de devices, discos, energia, dentre outras coisas.

No grupo do protótipo estavam Artur, Alexis, Adenilson, Igor, Marco Martin, Nuno, Richard Moore, e outros. Eles fizeram alguns mockups e estavam preparando as coisas para o protótipo. No grupo do KWin estavam o Ivan (do Lancelot), Luboš e mais umas duas outras pessoas. O Aaron e o Frank estavam fazendo algumas coisas aleatórias. Combinei com o Aaron de dar uma olhada no Plasmate algum dia e ainda queria dar uma futucada no NetworkManager com o Sebas.

Pois é, dias intensos, saimos novamente bem tarde do escritório e aqui estou eu quase 2 da manhã fazendo esse post.

Fui !

Tokamak4 – Dia 1 February 20, 2010

Posted by Sandro Andrade in uncategorized.
add a comment

Olá LBers,

Começando agora uma série de posts sobre o Tokamak4 aqui em Nuremberg, na Alemanha. A viagem foi relativamente tranquila, encontrei com MoRpHeUz no aeroporto de Recife e então embarcamos para Lisboa. Acabei achando melhor ir para Recife primeiro ao invés de fazer diretamente Salvador-Lisboa. Uma horinha a menos de vôo parece que tornou a viagem imensamente menos cansativa. Após uma noite relativamente bem dormida desembarcamos em Lisboa e pegamos o vôo para Frankfurt. Duas horas e meia depois aterrisamos em Frankfurt. 3 graus positivos e já alguma neve. Seguimos então em um vôo rápido para Nuremberg, com seus 2 graus e ainda bastante neve do resto do inverno europeu. Durante a viagem pudemos conversar várias coisas sobre KDE, Plasma, Mobile e a própria comunidade.

Pegamos um taxi para nossa primeira hospedagem (mudaremos amanhã para um albergue mais próximo do centro – em um castelo antigo) e andamos por uns 15 minutos tentando achar o nosso quarto. O local é um centro de esportes bastante grande e com instalações bastante confortáveis. Deixamos as coisas e rapidamente saimos para encontrar com o pessoal no escritório do OpenSUSE. Chegando lá, ninguém nos atendia e ficamos congelando por alguns minutos até que Artur conseguir falar com o Alexis e fomos ao encontro deles num Swedish Pub.

Estavam o Alexis, Kevin, Will, Nuno, Fredrik, Igor e Adenilson. Nos juntamos a eles para uma cervejinha, comemos alguma coisa e fomos encontrar com o resto do pessoal no escritório da SUSE. Pegamos uns 15 minutos de neve intensa congelante e encontramos Sebas, Aaron, Chani, Frank e mais dois caras do OpenSUSE. Sebas me mostrou as instalações, o local do cafezinho e das bebidinhas 🙂 e estamos aqui neste momento. Tô tentando terminar de instalar o KDE trunk, Chani está ouvindo umas músicas estranhas e Aaron de vez em quando pula que nem um doido dentro do escritório.

Bom, por hoje é isso. Daqui devemos ir dormir, amanhã envio mais notícias.

Release Party – KDE 4.4 in Minas Gerais February 18, 2010

Posted by tumaix in planetkde-tomazcanabrava.
2 comments

In February 11th KDE guys from Minas Gerais (Brazil) get together to celebrate KDE SC 4.4 release.

Several people was present:

  • Túlio M
  • Dan (aka Daniel)
  • Krust André Fillipe (who made our KDE-MG logo)
  • Duda
  • João
  • Wagner
  • Jeff
  • Raquel
  • Aninha
  • Gripp
  • Lamarque – which came from another city to join those guys and girls.

The party was in “Frango Frito” (Fried Chicken), which is a recurrent place for KDE-MG meetings in Belo Horizonte downtown. Most people arrived by 19:00 (7:00pm) and the first activity was… fill anniversary balloons 🙂 Sure we knew it was not KDE’s anniversary, but KDE SC 4.4 deserves the same kind of celebration. Unfortunately we were not able to get the cake (Not Lamarque’s fault amanda, easy girl… easy…  good girl 😀 ), so we stayed with the white and blue balloons only. We had some talks about the KDE SC 4.4 new features and Free Software in general as some of the attendees are starting to use Linux. As all GULA’s meetting we also have beer and of course fried chicken.  Some of us also brought our laptops (Lamarque for instance), some hours later the laptops were set aside we just have good talks about everything: KDE, Gnome, Linux, Oracle and its actions about Gnome Acessibility comunnity, FreeBSD, cars and even Windows (we had to mock on something hehe). We took some pictures http://amandacsi.pixi.me/v/release_party_kde_4.4 with our cell phones, unfortunately Amanda’s camera battery charger broke and we could not use her camera to take better pictures. In the end everybody were satisfyied and pleased to be party of this group of people who loves KDE.

Dimpress3D – Sliding Panels Paradigm February 15, 2010

Posted by viniciusdotself in planetkde-vinicius.
8 comments

Hi there,

About a month ago I’ve introduced myself and the project that me, Schkrab and Diogo are conducting here.  Now I’ll talk a little more about it.

The Dimpress3D is divided into three main parts: the application (KDE application in which the presentation is made up), the exportation module (piece of code which generates the video file) and the player (a trivial player capable of stop and play the video accordingly to predetermined events, in order to show the presentation softly).

The .dim file saved by the application contains a .xml file which holds the content. The content of the presentation is composed by: graphic components (and its properties),  a state machine which describes the presentation flow, animation and rendering options.

The exportation module is intended to read the .dim file and render a video. For now, we are using a python script running in Blender 2.49 to do so. We will build the application upon a plugin structure that will allow new exporters as well as other features to be dinamically linked.

Now, you can watch the first presentation done by Dimpress3D video exporting module.  See the video below, I hope you like it. =)

KDE SC 4.4 Release Party – Salvador (BR) February 11, 2010

Posted by Sandro Andrade in planetkde-sandroandrade.
3 comments

Yes, we had a quite pleasant and funny time during the KDE SC 4.4 Release Party we pushed last Saturday in Salvador, Brazil. We were about thirty people watching the talks and thereafter going out for some beer and snacks. Considering the talks occured in a Saturday afternoon, competing with the beautiful beaches and inviting sun we have here, we are glad for having a fruitful and enlightening discussion about KDE brand repositioning, new KDE 4.4 features, and our plans for KDE Brazil in this year.

So, let’s cut straight to the chase, I’ll give you some pics 🙂

The audience

Talk “KDE in Bahia and Brazil”

The KDE guys and the “proprietary guy” (centre)

(KDE-based) Ekaaty Linux maintainers

Beer and KDE addicts 🙂

See you !!